Quadro Viver Bem: psicóloga fala sobre depressão e suicídio
12/09/2019 16:37 em Regional

 

Setembro Amarelo - a Organização Mundial de Saúde, OMS, definiu o dia 10 de setembro como o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio e a partir disso a campanha “Setembro Amarelo” foi introduzida no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida, pelo Conselho Federal de Medicina e também pela Associação Brasileira de Psiquiatria.

Segundo a OMS a cada 45 minutos ocorre um suicídio com jovens entre 15 e 29 anos no Brasil. Especialistas explicam que os fatores de risco que levam a este tipo de situação trágica incluem problemas psicológicos e uso de álcool e drogas, entre outros.

Mas, claro, não apenas os jovens se suicidam e atualmente até mesmo crianças têm atentado contra a própria vida. Para falar sobre o assunto o Quadro Viver Bem, oferecido pela Unimed Andradas, conversou com a psicóloga Ana Cláudia Vanzelli. 

De acordo com ela o número de suicídios vem aumentando bastante nos últimos anos e a forma como muitas pessoas enxergam a depressão está entre as causas.

Por isso para prevenir o suicídio é preciso compreender corretamente a depressão, uma doença que atinge um grande número de pessoas em todo o planeta e que tem causas físicas e psíquicas, como explica a psicóloga. 

Diagnosticar a depressão é de fundamental importância para a prevenção do suicídio e para isso muitas vezes é necessário o trabalho de uma equipe multidisciplinar. 

Diagnosticada a depressão, é hora de tratar. De acordo com a psicóloga Ana Claudia Vanzelli existe mais de um tipo de depressão e de tratamento.

Mesmo sabendo que atividades físicas são de grande importância muitos hesitam em pratica-las. Porém, no caso da depressão, alguns tipos de esportes podem até serem mais indicados do que outros. 

Atualmente, com o crescimento do numero de usuários da internet, muitas pessoas tem passado horas e horas diante de computadores e celulares usando as redes sociais. O fenômeno é relativamente recente e a pergunta é: será que uso excessivo de tecnologia e de redes sociais pode ter relação com a depressão e até mesmo com o suicídio? A psicóloga responde!

Portanto, com um assunto tão sério todo cuidado é pouco. Procure estar atento aos sintomas da depressão e do suicídio, seja em você mesmo ou em pessoas próximas. Procure não julgar e evite atitudes e comportamentos que podem resultar em uma tragédia.

 

 

O Quadro Viver Bem é oferecido pela Unimed Andradas e vai ao ar as quintas-feiras durante o Programa Jornal da Cidade.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!