Samu sofre com a falta de repasses no Sul de Minas
18/01/2018 - 9h27 em Música

 

A crise financeira que atinge o Estado de Minas Gerais começa a refletir em serviços considerados fundamentais para o Sul de Minas. Um deles é o Samu, que tem valores altos para receber do Governo do Estado, que atrasa pagamentos e atrapalha o funcionamento do serviço.

Em entrevista ao Jornal da Cidade o presidente do Consórcio Cissul-Samu Rodrigo Lopes, que também é prefeito de Andradas, falou sobre o assunto, destacando os constantes atrados dos recursos financeiros e criticando a omissão dos deputados na Assembleia Legislativa.

Clique aqui para ouvir a entrevista completa.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!